fbpx

Um pouco mais...

... sobre nossa Escola

A ESCOLA BATISTA

 

História

A Escola Batista de Itapevi é dirigida pela Mantenedora Associação Itapeviense de Ensino.

A Associação Itapeviense de Ensino é uma instituição organizada em 20 de outubro de 1988 pela Primeira Igreja Batista em Itapevi. Sob a visão de princípios cristãos, inaugurou suas atividades criando inicialmente a Creche – Escola Batista de Educação Infantil de Itapevi – CEBEI, para atender crianças de 6 meses a 6 anos de idade, filhos de trabalhadores das indústrias da região conveniadas com a Associação.

Em 21 de fevereiro de 1990, autorizada pela Portaria DRE – 07/Oeste de 19/02/1990 Publicada no D.O.E., como Escola Batista de Itapevi, passa a compor em seu currículo de Cursos, o Ensino Fundamental e em 08/12/1998, autorizada pela Portaria DRE Publicada no D.O.E., em 09/12/1998, o Ensino Médio.

Atualmente a Escola Batista de Itapevi mantém os cursos de Ensino Fundamental e Médio com classes do 1º ao 9º Ano, e o Ensino Médio, com classes da 1ª a 3ª Série.

A partir de 2010 a Escola Batista adota o Sistema Anglo de Ensino para todas as séries.

 

Mantenedora

A ASSOCIAÇÃO ITAPEVIENSE DE ENSINO, devidamente inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – com sede no Município de Itapevi, Estado de São Paulo, é uma Associação sem fins lucrativos, fundada por decisão da PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM ITAPEVI, em 20 de Outubro de 1988, por tempo indeterminado.

Tem por objetivo:

1. promover e executar obras educacionais, mantendo estabelecimento de ensino de qualquer grau, cursos profissionalizantes e de aperfeiçoamento profissional;

2. prover a assistência social dirigida a menores, adultos e idosos, sem distinção de sexo, raça, cor, condição social, credo político ou religioso;

3. prover e promover ensino através de cursos, seminários e palestras;

4. promover eventos culturais;

5. publicar e editar obras multimídias educacionais, apostilas, manuais, livros técnicos e pedagógicos.

A Associação é constituída por membros, das igrejas batistas localizadas no Município de Itapevi, filiadas à Convenção Batista Brasileira e que reconheçam como fiel sua “Declaração Doutrinária”. Os membros da Associação em nenhuma condição participam de seu patrimônio.

Regida por Estatuto próprio, a administração da Associação é feita através de um Conselho Administrativo eleito em Assembléia Geral.

 

Diretoria do Conselho

  • Presidente: FABIANA BORGES DE CASTRO VICENTE
  • Vice presidente: VAGNER TAMBASCO PROENÇA

 

Administração

  • Supervisor Administrativo: LUIZ HENRIQUE GALVÃO

 

Área Pedagógica

  • Diretora: Sra. Regina Matos
  • Coordenação: Sra. Regiane Timóteo

 

Nossa Filosofia

A Escola Batista de Itapevi é uma instituição de ensino mantida pela Associação Itapeviense de Ensino. Seu ideal educacional segue as determinações legais vigentes no país e os princípios de caráter cristão da Primeira Igreja Batista de Itapevi, objetivando a formação intelectual, moral e cristã dos educandos.

1. Composição da Associação

A Associação Itapeviense de Ensino, é composta, de acordo com seu estatuto, por membros das Igrejas Batistas de Itapevi filiadas a Convenção Batista Brasileira.

2. A administração da Escola Batista

A direção da Escola Batista é exercida por um diretor pedagógico e por um supervisor administrativo que tem a responsabilidade de cumprir as determinações do Conselho Administrativo da Associação e tratar de todos os assuntos inerentes a seus cargos.

3. Princípios que determinam a Filosofia da Escola Batista Itapevi

A Escola Batista de Itapevi idealizada e estruturada no seio da Primeira Igreja Batista em Itapevi tem por obediência respeitar e seguir os princípios cristãos, morais e sociais que são aceitos pela denominação Batista.

Por acreditar ser regra de conduta, coloca-os como inquestionáveis e imutáveis.

3.1. A autoridade das Sagradas Escrituras como a única regra de fé, prática e conduta.

As Sagradas Escrituras (A Bíblia) como a “infalível Palavra de Deus” para determinar seus princípios de fé e conduta os quais são absolutos e inquestionáveis. Estes princípios incluem as informações relacionadas a seguir:

a) Deus, como o Supremo Senhor, Criador e Sustentador do Universo;

b) O homem como criado à imagem e semelhança de Deus, portanto de valor infinito;

c) Jesus Cristo como a revelação de Deus à humanidade, que trouxe , por meio de sua morte, a reconciliação entre Deus e os que nele crêem;

d) A igreja, como instituição divina para reunir as pessoas com o propósito de cultuar a Deus e propagar o seu Reino na terra;

e) A adoção dos valores e práticas morais que encontrem a aprovação das Sagradas Escrituras.

A liberdade de Consciência e Religião

A liberdade religiosa tem como fundamento a natureza do homem. Tendo sido criado à imagem e semelhança de Deus, traz em si a capacidade de autodeterminação, consciência própria e por isso é responsável diante de Deus por seus atos . Entendem os Batistas que ninguém deve ser impedido de expressar livremente a sua fé ou ser perseguido por suas convicções religiosas. A liberdade de credo é um direito inalienável das pessoas. Cada indivíduo tem a prerrogativa de crer de acordo com a sua consciência. Ninguém será obrigado ou coagido a aceitar os princípios que constituem as Igrejas Batistas ou tornar-se membro destas.

3.2. Separação da Igreja do Estado

Os Batistas crêem que não há qualquer vínculo entre a Igreja e o Estado. São instituições com deveres e responsabilidades distintas. Como indivíduos, devem observar as leis do país, respeitar seus dirigentes e cooperar para o progresso da pátria.

4. Usos e Práticas

A Escola Batista de Itapevi inserida na Primeira Igreja Batista em Itapevi, deriva seus princípios de fé, ensinos morais e éticos das Sagradas Escrituras. Por acreditar serem estes determinantes quanto a maneira de ser e de agir do indivíduo na sociedade, não são aceitos, de modo absoluto e inquestionável, dentro de seus limites as seguintes práticas ou usos:

a) Bebidas alcoólicas, fumo e drogas;

b) Jogos de azar de qualquer natureza;

c) Rifas, bingos e quermesses;

d) Bailes e danças;

e) Qualquer ato contrário à moral e aos bons costumes.

5. Festas e Comemorações Populares e/ou Religiosas

A Escola Batista de Itapevi determina ainda que em suas dependências não sejam observadas festas e comemorações peculiares à sociedade ou ainda de outras religiões que não encontre respaldo nos seus princípios ou nas Sagradas Escrituras tais como:

a) Carnaval

b) Festas juninas

c) Festa de Cosme e Damião

d) Festa das bruxas

e) Ou todas aquelas aqui não mencionadas e que não encontram respaldo nas Sagradas Escrituras.

Não serão aceitos nenhuma possibilidade de adaptação, recuperação ou aproveitamento destas festividades. Estas restrições também são válidas para todas as atividades curriculares ou extra-curriculares realizadas fora das dependências da Escola Batista.

5.1. Páscoa e Natal

Nas celebrações de Páscoa e Natal serão evidenciados seus significados espirituais e propósitos revelados nas Sagradas Escrituras excluindo todo e qualquer símbolo ou elemento acrescentado no decorrer do tempo

5.2. Outras Comemorações

As celebrações dos dias das mães, dos pais e das crianças têm como objetivo a reafirmação dos valores que a família representa como núcleo da sociedade para o estabelecimento de uma nação justa e próspera. O dia do professor há de reconhecer a dedicação e carinho dos mestres na transmissão dos conhecimentos intelectuais e a formação de princípios morais para o desenvolvimento total da personalidade. Os dias dedicados às comemorações cívicas destacarão os deveres dos cidadãos para o pleno exercício da cidadania na construção de um país que lhes dê as condições para o pleno desenvolvimento de suas potencialidades individuais.

 

Conclusão

Delineadas as características filosóficas, morais e sociais os quais se apresentam como inquestionáveis e imutáveis, posto que embasados em verdades absolutas. A Escola Batista de Itapevi determina e aguarda o fiel cumprimento destas posições por todos aqueles que lhes são inerentes e afetos.

A quebra ou ruptura desses valores implicam na descaraterização da entidade de ensino e por extensão, a própria igreja , razão pela qual a exposição dos ideais e valores contidos neste documento representam a possibilidade de sobrevivência e sucesso das duas entidades.

A inobservância destas regras certamente concorrerá para a destruição deste vínculo, contaminando e viciando o propósito de buscar os valores, princípios e caminhos esperados. Desta forma, razão sobeja para determinar a necessidade de se respeitar as idéias, princípios e fundamentos ora apresentados, sob pena de se fazer necessário aplicar aos infratores as penalidades previstas no Código Disciplinar vigente.

 

 

NOSSA DIFERENÇA

Entenda por que seu filho merece a Escola Batista

 

Tradição e experiência marcam a história da Escola Batista ao longo de sua existência. Com uma educação que proporciona o desenvolvimento físico e mental, através de experiências e interações, tornando os alunos conscientes e confiantes. Tendo fundamento básico nas leis e diretrizes básicas que norteiam o ensino nacional, a Escola Batista diferencia-se por agregar princípios e valores cristãos. Trabalhamos o comportamento básico, desenvolvendo hábitos e atitudes de responsabilidade, contribuindo na formação de cidadãos de caráter íntegro.

• Respeito e confiança entre o Sistema de Ensino e as escolas parceiras, à medida que cada uma das partes oferece o seu melhor trabalho ao aluno

• Proposta pedagógica com ações coordenadas entre as diferentes áreas, ligando assuntos e fazendo relações que são comuns ao cotidiano

• Metodologia que desenvolve no aluno a capacidade de aprender buscando seus conhecimentos, fazendo análises e chegando às conclusões

• Incentivo à prática do – “Aula Dada Aula Estudada”, recurso que leva à criação do hábito de estudos, indispensável ao bom aproveitamento escolar

• A adequação da forma de estudos e seus pontos principais, aos novos contornos do conhecimento que surgem com o movimento da sociedade

• Projetos, abordagens e atividades especiais que visam o acompanhamento das tendências como o novo formato do ENEM e o cuidado com o meio ambiente

• O incentivo à utilização da lógica e da dedução, proposto em centenas de atividades, como forma de ampliar e dar sentido aos conhecimentos

• Material atualizado, feito por especialistas, para diferentes faixas etárias, com atividades adequadas para cada uma delas

• Textos, exercícios, linguagens e formas de registro diversificados apresentados de forma cuidadosa e programada quanto a progressão de dificuldade

• Conteúdos abordados em exemplos e situações comuns à vida real e aos interesses dos alunos, aproximando o momento escolar de sua realidade

• Rigor e busca constante pela sintonia entre a oferta pedagógica e as exigências do momento, condição fundamental para o alcance de resultados produtivos

• Preparação eficiente para diversas formas de avaliações, sejam elas as das provas do cotidiano escolar, as do Enem ou dos principais vestibulares do país

• A convicção de que o poder da educação no mundo contemporâneo prevalece sobre todos os desafios, não só para nossos alunos, mas para a sociedade em geral.

 

 

Curiosidade sobre nossa localização

Itapevi é um município do estado de São Paulo, situado no extremo oeste da Região Metropolitana, também conhecida como Grande São Paulo. É conhecido como “cidade dos telhados novos”, “cidade das rosas”, “cidade sorriso”, ou como pode-se ler na parede da estação de trem do município “cidade esperança”. O município está limitado pelo município de Santana de Parnaíba ao norte e noroeste, Barueri a nordeste, Jandira a leste, Cotia ao sul e sudeste, Vargem Grande Paulista a sudoeste e São Roque a oeste. O topônimo Itapevi vem do Tupi e significa “Rio de Pedras Chatas”, conforme o “Vocabulário Tupi-Guarani – Português”, do Prof. Silveira Bueno (Brasilivros Editora), e “A Origem dos Nomes dos Municípios Paulistas” (Imprensa Oficial do estado de São Paulo, 2003), de Enio Squeff e Helder Perri Ferreira. Diz o verbete constante da última obra: “ITAPEVI (do tupi, itá-peb’y): Rio das itapevas, rio das lajes, das pedras chatas, de itá-peba (pedra chata, laje) e ‘y (rio, águas)”.

Telefones

(11) 4141-4163

(11) 4142-4227

(11) 4142-9028

INFORMAÇÕES

  • Endereço:

R. Joaquim Nunes, 159 – Centro, Itapevi

CEP: 06653-080

  • Contato:

(11) 4141-4163

[email protected]

  • Horários:

Secretaria: das 08:00h às 17:00h

Tesouraria: das 08:00h às 17:00h